18 de nov de 2011

Sexy Chick - Capitulo 13



Capitulo 13 - Arrumar emprego é mais difícil do que parece!


Segundo anuncio: uma loja de petshop. Nunca me dei muito bem com os animais. Não que eu não goste, mas é que todo tipo de animal de estimação que eu já tive, morreu ou fugiu. Então, quando fiz 10 anos desisti de ter qualquer tipo de animal.
Entrei no Pet Shop e a vendedora veio falar comigo.


- Posso ajuda-la? - Ela pergunta
- Pode sim. Estou interessada no emprego que esta no anuncio de jornal. - respondo.
- Na verdade, aquela vaga já foi preenchida, mas se quiser falar com a dona da loja ver se tem mais alguma coisa.
- Ahh, claro. Melhor do que nada né.
- É.


Então, a vendedora me lhe vou até uma salinha com uma mulher gorda e esnobe sentada em um cadeirão falando no celular. A vendedora, que estava me ajudando disse o que tinha acontecido e saiu da salinha.
Eu olhei pra mulher, que me analisava dos pé a cabeça.


- Então, qual o seu nome? - Ele me perguntou.
- Demetria, Demetria Lovato.
- Humm, bom eu tenho um emprego sim, - ela disse coçando o queixo - mas não aqui.
- No que é Senhora?
- Senhora não, Elizabeth. - Cheia de furia.
- Elizabeth.
- Melhor. Agora, acho que você ira gostar desse emprego.


...

- Não acredito que aceitei isso!! - Disse em voz alta enquanto 10 cachorros me arrastavam pelo Cental Park.
É isso ai,agora sou passeadora de cachorros. Era esse o "maravilhoso" emprego da Elizabeth. Levar pra passear sua ninhada de cachorro. 10 Cachorros. Pra quem nunca levou um cachorro pra passear eu até que estou indo bem. Ou era isso que eu pensava, antes de os cachorros verem um gato preto do outro lado do parque.
Foi nesse momento que eu pensei. É a hora. É agora que eu morro mesmo.Será que alguém vai sentir minha falta? O Ian com certeza. Minha Mãe já não faço a minima ideia. Meu pai não fala comigo faz 3 anos. O Nick? esse eu não sei. E o Joe? Duvido. A Miley? ...Ta chega, eu to endoidando mesmo só pode.
Mas sério, tenta imaginar você sendo arrastado por um bando de cachorros descontrolados, meio que atropelando as pessoas que estavam na sua frente não iria dar medo.

Joe on

Acordei 8:30 hoje, quase morrendo pra ser sincero. Mas eu não consegui ficar na cama, então levantei, tomei um banho de agua fria, afinal, estava um calor horrível. Depois do banho, Vesti um shorts jens e uma camiseta. Tomei café. Nick estava jogado no sofá, o Ian estava trabalhando, e a Demi, não faço ideia de onde esteja. Só espero que não esta em outra confusão.
Bom, ali não tinha nada pra fazer, então resolvi dar uma caminhada pela cidade. Que é linda demais. Apesar do barulho e da aglomeração de pessoas.
Quando dei por mim estava no Central Parck. Estava tudo tranquilo, quando uma doida passou com uns 8 cachorros a arrastando. 
A garota gritava desesperada. E prestando mais atenção , percebi que ela era um pouco familiar.
Me aprocimei mais. E reconheci a tal garota.


- Demi?


....................
Continuma...


Oi gente, eu sei, faz seculos que eu não posto da fic sexy chick, mas eu resolvi continuar ela, ok? espero que gostem...


E gente, tem outro assunto que eu quero falar com vcs... É que tipo, eu tenho um blog, que eu estva pensando em excluir, mas tem uma fic completa nele, e eu estava pensando em trazer pra cá, o que vcs acham? Please, respondam...


Bjo'


Tay. 

17 de nov de 2011

Just in Love - Capitulo 4



#Demi on

- Esta pronta? - Perguntou Joe me segurando na tiroleza.
- Sim
- Segura firme - Ele avisa

Então ele me dá um empurram, me fazendo descer a tiroleza aos berros. Mal encostei na agua - que estava gelada a propósito, mas com o calor que esta, até que foi boa.
E então, fim de linha. Acabou o passei de tiroleza.O Funcionário estava lá, me ajudou a descer. Depois que eu tirei o capacete, ele me olhou estranho - deve ser meu cabelo, aposto que ele esta ENORME!
Esperei o Joe descer - e, ao contrario de mim, veio gritando de alegria, já eu, foi de medo!

- Então, curtiu?
- Adorei  - respondi, o que é verdade, por mais que eu quase morri de medo, eu gostei - tirando a parte que meu cabelo ficou um cu, tá ótimo.
- que isso, você ainda está linda.

Eu corei, mas não disse nada.

- Que tal o tobogã agora? - perguntei desviando do assunto.
- Qual? - desconfiado.
- Você escolhe.
...

- Tinha mesmo que escolher esse? - Pergunto na duvida. 

Tipo, pra começo de conversa, o negócio era enorme e tinha varias curvas. A minha salvação, é que a bóia é pra duas pessoas. Quer dizer, ainda não decidi se isso é bom ou ruim. Já que o Joe fez questão de sentar atrás de mim.

- É claro que sim - Ele tentou esconder, mas eu podia jurar que teve malícia nessa frase.
- Então ta né - digo sem opção - vamos logo antes que eu desista.
- É pra já.

E descemos o Tobogã - eu gritando é claro. Joe colocou as mãos na minha cintura, eu ia protestar, se não tivesse com medo - e eu posso até ter gostado.
Caímos na água, a bóia fui pros ares e nos pra dentro da água.
Joe, que antes só estava com as mãos na minha cintura, agora me abraçou e colou seu corpo ao meu. Não posso dizer que gostei. Mas que foi bom foi.
...

As 4:00  fiz uma pausa pra um lachinho. Sabe, ficar o dia todo na água da uma fome do cão. Na verdade todos nos paramos pra comer.Sento meio isolada, não estou a fim de falar com ninguém agora.
Minha vida deu uma revira volta e tanto nesses dias. Pra começar, agora eu moro numa casa, antes eu morava em um apartamento; minha mãe, que antes estava sempre estressada e xingando todo mundo, estava agora tanquila, paciente - pra falar a verdade, parece outra pessoa. Meu pai continua o mesmo, sempre alegre e engraçadinho; mas minha irmã, fala serio, essa piorou - o que eu achava impossível.
E eu, acho que to na mesma, quer disser, mais ou menos. Aqui fiz novos amigos e conheci novos lugares, mas, não é a mesma coisa que em São Paulo.

- Demi - Selena senta ao meu lado - Então, não tem nada pra me contar em?
- Não que eu saiba - Me fiz de desentendida.
- Deixa eu te dar uma dica - Ela joga o cabelo pra trás e Aponta pro Joe, que estava uns 5 metros atrás de nos - Saco?
- Sim.
- E então? O que ta rolando entre vocês?
- Acho que ele ta a fim de mim.
- Não, Serio? - Irônica.
- Idiota.
- Besta.
- Sarna.
- Peste.
- Chega, chega - Eu Digo rindo.
- É, chega. Mas agora, serio, Você ta a fim dele?
- Não sei - Fui sincera - Eu gosto dele, ele é um ótimo amigo, Mas...
- Mas o que?
- Eu adoro o sorriso maroto dele e aqueles olhos me levam a perdição;o perfume dele, ai é tão bom;e quando me toca, eu me arrepio dos pés a cabeça. Então, pode se dizer que sim, eu estou um pouco a fim dele sim.
- E o que te impede de ir lá e agarrar ele?
- Pra começar, ele é meu amigo, e eu tenho certeza que se nos tivermos algo a mais, a amizade já era; Outra, eu conheço garotos como o Joe, e sei muito bem que ele é galinha, e eu não quero ficar como mais um premio pra ele, se for pra ter alguma coisa com o Joe, tem que ser uma coisa seria, se não não vale a pena. E por ultimo, eu só conheço ele a uma semana.
- É vendo por esse lado até que te compreendo... E sim, o Joe é do tipo galinha - Nos rimos juntas - Mas, um tipo de galinha sensível.
- Só você em Selly .

Joe, que estava lá atrás, veio e sentou do meu lado. Abriu aquele sorriso maroto dele e disse:

- Demi, Eu conheço um lugar lindo aqui pertinho, e eu estava pensando se você não queria ir comigo?
- Eu?
- É. Que ir comigo?

Eu olhei pra Selena na duvida, e ela disse sem mover os lábios  Não aceita.


- Acho melhor não - Respondo sem muita convicção.
- A vamos, Por favor - Ele me olha nos olhos e faz um biquinho.
- A não, esse bico já é trapassa.
- Por favor.
- Aff, ta bom, vamos - Me dou por vencida. Não consegui resistir aquela carinha.
- É, eu sou fodaa - Ele faz uma dancinha ridícula  e estende a mão pra mim- Vem vamos deh...
- Ta vamos - pego sua mão - Tchau Selly, até.
- Tchau, se cuida.
- Não precisa se preocupar, eu cuido dela - Joe diz olhando nos meus olhos. Ai meu Deus, ele quer me matar, só pode.


................................
Continua.


Então,  o que acharam desse capitulo? Horrível, é eu sei... Não estou tão inspirada hoje. Sorry.

Divulgando3 superblogs:
Respostinhas:
ზвเลи¢ล ℓ๏√ล†oo вเ††эя¢๏µя† ℋ σſſistєг - Brigada linda... Fico feliz que tenha gostado... rsr' #Beijonabunda² kk'
Bazinha... S2... - Oii, eu sou sua fã, estou tipo, muito feliz em saber que você le meu blog...Serio, amo suas histórias. E, sim, eu já estou lendo seu Blog...- aproveitei pra divulgar, se não se importa. Bjoo' T+
FiiFii18 (Kelý) - nossa, eu diva?? Brigada *-*...Sigo siimm... bjo' T+
Miley Brasil Fans - Brigada flor, postadinho, espero que tenha gostado desse capitulo tbm* Bjo' T+
Anônimo - Obrigada, Who's that boy? rsrsrs, I can't say who he is. srsrsr', Bjo' T+
kah - Que isso, não foi nada... Thank's... Postadinhoo.. Bjo' T+
Demizinhaaa * - EE, assim vc me mata, eu não posso contar!!!! Se não perde a graça. Obrigada linda... Bjo' T+ - espero que tenha gostado deste capitulo também ;D
Georgia Schmieski ! -  Seja muito bem vinda. Obrigada sz' ... Seriuu? Ela falou de mim?? Divulgo siim', bom eu já to seguindo e lendo... e ta ótimo girl... - e posta, please!! ;D -  Bjo' T+


Bom, acho que por hoje é´só... 


Bjo'


Tay.

10 de nov de 2011

Just in Love - Capitulo 3


#Demi on

A luz apagou.

Tudo foi tão rápido que nem percebi quando ele segurou meu rosto de frente com o seu. Estavamos tão perto que nosso narizes rosavam- se.E então, sem excitar,ele me beijou.Um beijo diferente.Mais adulto pode se dizer, mais confiante. O que me seduziu mais ainda. Não posso dizer que foi um beijo rápido, mas acabou cedo demais.
Eu queria mais. 
Mas quando abri os olhos, a luz voltara, mas nem sinal dele.

...

Uma semana se passou. Pode se dizer que eu já estou me acostumando com essa cidade - não gostando, quer disser, em parte sim; aqui eu estou fazendo muitos amigos, e conhecendo muita gente; mas eu sinto falta de São Paulo. Cara, aqui nem tem shopping, quer dizer, tem um, mas é tão pequeno, que em menos de 10 minutos você dá uma volta em tudo. 

- Tá pronta Deh?  - perguntou Joe batendo na porta.

Hoje nos vamos a um parque aquático que tem numa cidade vizinha- que não lembro o nome. Era para nos já termos ido, mas como ninguém veio me acordar, ainda estamos aqui. Todos me esperando. A sorte, é que eu arrumei minha mala ontem. 

- Quase, - respondi a ele - entra aqui, preciso da sua ajuda.

Ele entrou e me viu numa situação um tanto embaraçosa. Eu estava de shorts, com o cabelo puxado pra frente, sem camiseta, segurando a parte de cima.

- Uau!- Ele me olhou de cima a baixo - no que precisa de ajuda?
- Amarra aqui pra mim? - É , eu não tinha conseguido amarrar meu biquini. Eu nunca pediria isso ao Joe - até porque somos só amigos - mas nos já estavamos atrasados, e ele foi o unico que apareceu.
- Claro - Com malícia nos olhos

Ele veio calmo ate mim. Virei de costas para ele.Ele tirou uns fios de cabelo que estavam soltos, e então, amarrou delicadamente o biquíni. Me virei de frente para ele, mas logo me arrependi. Joe estava bem mais próximo de mim do que eu pensava.
Eu podia sentir sua respiração no meu rosto. Meu coração estava igual escola de samba, e por mais que minha consistência grita- se pra mim se afastar. Meu corpo ignorava completamente.
Joe, por sua vez, se inclinou pra mais perto de mim e colocou as mãos na minha cintura, me puxando pra mais perto dele.
 Uma de suas mãos que estava na minha cintura, fui pra minha nuca. Seu toque me deu arrepios dos pés a cabeça. E isso me deixou totalmente a sua mercê.

- Ei, Por que estão... - Selly chegou gritando na porta, mas se interrompeu quando nos viu - acho que interrompi alguma coisa.

Me soltei do Joe tão rápido que quase cai.

- Não que isso. - digo com  o rosto totalmente vermelho - Vamos?
- Vamos.

Quando eu ia pegar minha bolsa, Joe pegou.

- Deixa que eu levo.
- Pode deixar - Tento pegar minha bolsa, mas Joe só me segura com seus braços fortes, me segura como se eu não pesasse nada, e começa a andar, me arrastando com ele.
Selly, que agora tinha um motivo pra me encher o saco a viagem inteira, veio logo atrás de nos.Toda sorridente.

...

Nó alugamos uma van - já que a maioria era de menor, e não tinha carro pra levar todos - e contratamos um motorista.
Bom, quando entramos, eu fui logo pro fundo da van, sentei no meio, a Selly sentou de um lado e do outro - pra minha infelicisade - o Joe.

Eu achei que não era tão longe assim.Mas demorou mais de 3 hs pra nos chegarmos. Já era meio-dia, então paremos em um restaurante para almoçar. E só quando eu comecei a fazer meu prato, percebi que estava morrendo de fome.
Pode se dizer que eu estava parecendo uma morta de fome, mas fala serio, eu não comi nada desde ontem a noite. 

- Ei Demi, vai com calma, - disse Kevin - a comida não tem perna.
- Avá.

Depois de satisfeita, eu estava me sentindo um balão de tão estufada que eu estava.

- Acho que comi demais - comento fazendo careta.
- Serio? - Joe irônico.
- Idiota.

Ele e eu rimos juntos. Esquecendo aquele episódio.

...............................
Continua..

Oi gente, nem sei com que cara aparecer aqui. Eu fiquei tipo, anos sem postar. Me desculpem.
Mas, semana que vem eu não tenho aula - vai ter os jogos abertos aqui na minha cidade - e então, eu vou ter mais tempo pra postar...

Divulgações:


Respostinhas:
 kah - Obrigada Flor. Não sei, talvez possa ser o Joe, ou não. É segredo. Divolgado... Bjo'...T+
 vivi - Onnnw,Obrigado, fico muito feliz em ler isso. Segredoo. É, ficou bom? eu fiquei na duvida sobre a parte hot. Bjo' T+
Miley Brasil Fans - Obrigadaa linda.. P-O-S-T-A-D-O... e desculpa a demora:/  Bjo' T+
Júllia- Obrigadaaa flor. Bom isso é segredo. Não sei se é o joe. Postado, e desculpa a demora... PARI UMA VACA PELO RIM???? #medo... kk' zoa Bjo' T+
 Anônimo 1 - Quero não!!! calma, eu já postei, vc pode ficar viva... kk', Obrigada e desculpa a demora... Bjo'...T+
 Anônimo 2 - Postadoo,Obrigada... bjo' T+
 Demizinhaaa * - Obrigadaaa linda... Postadinho& desculpa a demora... Isso é S-E-G-R-E-D-O!! Não posso falar... Bjo' T+
 @Gabii_jonas_cap - Obrigado Flor...Segredooo kk'... Desculpa a demora, Bjo' T+


Bjo'


Tay.

31 de out de 2011

Halloween




Oi gente, hoje é um dia especial... é Halloween - embora aqui no Brasil não se comemore :/ sempre tem alguns lugares onde se comemore( em escolas de inglês por exemplo ou até algumas escolas normais), onde tem festas divertidas e diferentes( algumas com fantasia, o que da raiva é quando só vc vai de fantasia e paga o maior mico.

    
Então caso você tenha a oportunidade de festejar esse dia, não fique com vergonha de usar uma fantasia - mesmo se seus amigos não usem. Lembre-se, você esta ai pra se divertir, não pra ficar pensando o que as pessoas vão pensar. É perda de tempo. Então, comemore, sinta,sorria - ou melhor de gargalhadas - esqueça seus problemas, apenas divirta- se nesse Halloween.


Bjo'

Tay.





26 de out de 2011

alguem ai amanha vo postar umas paradas espero que estejam akie par ler
BY aNy

11 de out de 2011

Just in Love - Capitulo 2



#Demi on

Tá, quando o Joe disse que ia ser uma super festa, não achei que seria uma super festa mesmo. Mas fui com um dos meus vestidos preferidos. Ele todo preto, tomara que caia, colado, curto - uns 10, 12 dedos acima do joelho - com detalhes em prata por todo ele.Ele é simples, eu sei, mas veste bem e é comfotavel. 
Nos pés, um scarpin meia pata preto básico. Cabelo só dei uma penteada rapida - tinha passado chapinha antes de ir no jantar. Na maquiagem só dei uma escurecida. Então, finalmente pronta.

- Então, - disse descendo as escadas - Nos vamos a essa festa ou não?
- Finalmente - Kevin levantou as mãos - achei que você nunca mais ia sair daquele quarto. 
- É, estavamos pensando seriamente em deixa-la aqui - comentou Joe
- Mas por que? Eu nem demorei.
- Imagina, só tipo, umas meia hora - Não preciso nem disser que o que o Kevin disse foi irônico.
- É, mas valeu a pena - Joe me olhou dos pés a cabeça.
- Você está linda Demi - Nick me elogiou.
- Obrigada Nick - Sorri para ele - vocês também esta lindo.
- Obrigado - corou.ONW, que fofo.
- Aff's, isso esta nos atrasando ainda mais, - Esse foi o Joe, que fez o favor de estragar o momento - Vamos ou não?
- É claro que vamos - Disse Kevin correndo na frente.
- Ei, eu vou na frente - Nick saiu correndo atrás, deixando eu e Joe sozinhos rindo deles.
- Me daria a honra senhorita? - Joe perguntou dando o braço e rindo.
- Claro meu senhor - Entrei na brincadeira.


A duas quadras da casa que estava tendo a casa, dava para ouvir a musica. Quando Kevin estacionou o carro - é ele dirigiu, ainda em pergunto como eu sobrevivi a isso - olhei em volta. É parece que hoje a noite vai ser longa.
Eu e os rapazes entramos lado a lado. Kevin foi para o bar, Nick fui dançar e Joe me levaram pra conhecer a turma deles.

- Oi povo - Joe disse.

Ouvi varios ois de resposta. E um cara, até bonitinho, vir pra perto da gente. Ele deu um aperto de mão e olhou pra mim, tipo (66'

- Então, quem é a gostosa aqui? - Aff's gostosa? já vi que é idiota. 
- Gostosa o caralho. Meu nome é Demi. E da licença, não perco meu tempo falando com idiotas.

Todos riram da cara do idiota, que me olhou com raiva.

- Sabe quem eu sou garotinha? - ah, então a gostosa agora virou garotinha. 
- Não - respondi com a maior calma do mundo, com indiferença, o que fez o pessoal rir mais ainda.
- Eu sou Sterling Knight, e ninguem, muito menos uma garotinha ma da um fora - E aponta dedo pra mim.
- Sua mãe não te ensinou que é feio apontar o dedo pras pessoas? - perguntei ignorando toda sua furia e empurrando seu dedo pra longe de mim.
- Vai se arrepender disso vadia.
- Já estou arrependida. - Ri mais uma vez da cara dele, e tentei ignorar o vadia, mas...- e vadia é a sua mãe, agora sai da minha frente que eu já perdi tempo demais com você.

Joe que estava no meu lado - que na verdade tinha até esquecido dele - disse:

- Demi, hoje voc conquistou meu respeito - logo depois disso veio varias gargalhadas.
- Você ainda não viu nada amor - Ri colocando o dedinho na boca.
- Uii, assim você me mata! - (66'

O tal de Sterling já tinha saido, e olha que eu nem tinha percebido, viu como eu presto atenção nas coisa.

- Hummm, tá rolando um climinha aqui em - Disse uma morena que estava sentada junto com os amigos do Joe.
- Nada a ver Lena - Joe revira os olhos e a abraça - Estão com sede? Eu vou pegar umas bebidas. Vaõ querer o que?
- Por mim só uma Coca
- Beleza, pra Lena eu já sei, Coca também - ele revira os olhos.
- Isso ai.
- Já volto garotas - e sai.
- Oi, eu sou Selena - Ela se apresentou sorridente - ou Sel, Selly.
- Selly...Eu sou Demetria - Dei um abraço nela - mas, só chama de Demi.
- Dem, pode ser?
- Claro.
- Cara, amei as cortadas que você deu no Ster - Ela comentou rindo - a maioria das meninas caiam aos pés dele.
- Bom, a maioria, não eu.
- Bom saber disso. Eu também odeio isso. Acho ele muito galinha.
- Concordo.
- Bom, mas trocando de assunto... É nova na cidade?
- Aham. Eu vim lá de São Paulo.
- Capital?
- É.
- Legal.
- Garotas, voltei - Joe veio, meio que correndo - Aqui, uma Coca pra Lena e pra Demi e  uma cervejinha pra mim.
- Brigada  Joe.
- Disponha.

E, dessa vez, quem corou fui eu. Droga, odeio quando isso acontece comigo. Arrrg!!!

- Eu amo essa musica!! - Disse Selly se levantando num pulo quando começou a tocar You Make me Feel - Cobra Starship ft. Sabi - Eu quero dançar! Dem, vem comigo?
- Claro - levantei também - Vamos motar pra esse povo como é que se dança.
- É isso ai - gargalhou ela junto comigo.

Juntas, eu e a Selly dançamos pra caramba. Minha cara já estava toda suada - já disse que suo muito rápido  então, é um saco, aposto que meu cabelo já tá uma merda!! - , mas tudo bem, eu estou me divertindo tanto... que foda-se meu cabelo.

- Dem, vou no banheiro - disse Selena, puxando o cabelo pra trás e parando de dançar - quer ir, ou vai ficar?
- Eu vou...- quando sinto mãos quentes e musculosas me abraçarem por trás, não consegui ver quem era por causa da iluminação, mas não quero sair daqui não - ficar (66'
- Tá, se cuida, já volto - e saiu.

Logo eu e meu gato misterioso começamos a dançar. Ele me apertava contra seu corpo, e nos rebolávamos até o chão de um jeito quente e sedutor. Sua mão passeava pela minha cintura. Tentei me virar, para ver seu rosto, mas ele me impediu. Então continuei a dançar. 
Sua mão, que antes estava na minha cintura começou a subir cada vez mais, quase encostando no meu seio. Eu ia tirar a mão dele obvio.
Mas então, uma coisa inesperada aconteceu.

Acabou a luz.

...................
Continua...
Gente, muito obrigado pelos comentários, fiquei muito feliz...desculpa a demora, e espero que tenham gostado desse capitulo também.

Divulgações:



Respostinhas:

kah : 
Brigado... espero que tenha gostado desse também... Bjo' T+

Onww, muito obriga linda... Tah postado, e desculpa a demora, Bjo' T+

vivi :
Obrigada flor... Sua opnião é muito importante pra mim... Bjo' T+

Brigado Amor, e sim posso sim... Bjo' T+

Seja bem- vinda flor, e Brigada... Já entrei no seu blog e já estou seguindo, não deu tempo de ler, mas parece muito boa sua fic... Bjo' T+

Postadinho linda, e desculpa a demora...Brigada... Bjo' T+

Anonymous:
Obrigada, fico muito feliz com isso... e eu não parei a outra história, vou continuar postando os capitulos dela, acho que amanhã ou sexta eu posto... Bjo' T+


Beijos.



Tay.

10 de out de 2011

Aviso:)

fala ae galera discupa por ñ ter postado nada maisja top reparando uma baita historia pra vcs
mais uma coisinha ñ vai ser "JEMI" mais vai ser bem legal espero que gostem vou começara postar na sexta feira bj'z
BY :ANY

30 de set de 2011

Just in Love - Capitulo 1


5 anos antes:


#Demi on

Vida de adolescente não é fácil. Ainda mais quando se tem 17 anos, e ainda por cima, esta mudando de cidade, melhor, de estado.Nos vamos sair de São Paulo - cidade que eu amo - e ir pra Toledo, no interior do Paraná. Fala Sério. Não sei o que meus pais tem na cabeça.Eles querem arruinar a minha vida isso sim. Mas como eu não mando em nada dessa casa, a unica coisa que eu posso fazer e encher o saco. Brincadeira. Mas se bem que... Não é melhor não. Ficar de castigo na minha primeira semana na tal "Toledo" não ia ser nada bom - mesmo que eu não queira ir pra lá.
Mas o pior mesmo foi me despedir da minhas amigas, e meu namorado. Tá, ex namorado. Nos terminamos, mas foi porque eu quis. Pra mim, não existe namoro a distancia.E pra ser bem sincera, nunca ouve amor entre nos, só uma daquelas paixonite de adolescente. É das meninas que eu sinto falta, principalmente da Deh, minha Best Friend doida, que eu amo demais.
Pensar nos meus amigos me deixa triste. Pensar nos momentos felizes que tivemos... aff's melhor nem lembrar, senão eu vou começar a chorar. 

Nesse momento, eu estou em um carro - morrendo de calor alias - indo pra Toledo. Já disse que lá não tem aeroporto, então, até tem um, mas mal é usado, então Stivemos que desembarcar em Foz do Iguaçu, e  ir de carro até a nova casa. Que segundo a minha mãe, é linda. 
Mas não é com isso que eu me preocupo. A casa é só um detalhe. O que eu realmente me preocupo é a escola. Não que eu vá mal nas notas, não te  nada a ver. O problema, é que eu vou ser novata. E ser novata na adolescência é o fim do mundo. As panelinhas já estão formadas, e alguns até te excluem... Ai Deus, tenha piedade de mim.

Quando finalmente chegamos na tal casa, fui logo correndo pra escolher meu quarto antes da minha irmã mais nova - a peste da casa, ela tem 7 anos e consegue me deixar de cabelo em pé de vez em quando. E graças a Deus, eu peguei o melhor quarto. 
Era uma suite, com sacada pro lado da casa - que alias, dava de frente pra sacada da casa ou lado. Claro que o quarto estava precisando de uma pinturinha, mas fora isso, estava tudo O.k.
Bom, como os móveis ainda não tinham chegado. Tivemos que dormir em um Hotel. E adivinha com quem eu dividi o quarto? É, com a Mandie - PESTE. Mas tudo bem, não estou afim de perder meu tempo com ela.
Tomei um longo e relaxante banho de água fria - que eu realmente estava precisando. Deposi coloquei um pijama peguei meus fones - minha irmã estava assistindo Barbie!! ODEIO - deitei na cama, e dormi mais rápido do que achei que fosse possível.

No dia seguinte, acordei da pior maneira possível. Com a Mandie pulando em cima de mim. Fala serio, eu acordei num pulo, e quando persebi que era ela, queria mata-la. Exagerada eu? imagina, só um pouquinho.
Quando meu pai finalmente conseguiu me separar dela, já estava na hora do almoço.
Coloquei um shorts jeans e uma básica branca. Amarrei o cabelo em um rabo de cavalo, e coloquei minha rasterinha. 

Depois do almoço, voltamos pra nossa casa. Os móveis já estavam sendo colocados lá dentro, e tudo estava ficando lindo. 
Resolvi dar uma volta pelo jardim, que era até grande, e lindo. Tinha tulipas plantadas, as minhas favoritas, mas vermelhas. O que já é um ponto extra pra mim gostar daqui. Atrás da casa tinha uma piscina media. Graças a Deus. Agora com esse calor, nada melhor que uma piscina atrás da sua casa. Logo voltei pra dentro, não aguentava mais aquele sol forte batendo na minha cara.

Mas tarde, tipo lá pelas 8 da noite, fomos jantar em um restaurante com os amigos dos meus pais que morram na casa ao lado. Eles tinham 3 filhos. Nick, Joe e Kevin. Nick era tímido e misterioso. Joe extrovertido e safado. E Kevin, retardado.Literalmente.

- Mãe, temos que ir, vai rolar uma super festa e eu é que não vou faltar - Disse Joe se levantando - então, podemos ir mãe? 

Ta, isso foi um pouco(muito) estranho. O Joe deve ter o que 18 anos?! e pede pra mãe se pode ir a uma festa. Tipo. Tenso isso. Eu tenho 17 e nunca peço se posso sair, no minimo, eu aviso.

- É Mãe, essa é tipo, a festa do ano e nos não podemos faltar -  Kevin completou.
- Tá, podem ir, - começou Denise - mas levem a Demi com vocês.
- Claro, - cocordou Joe de imediato - Demi, quer vir com a gente?
- Não, que não quero incomodar - quero sim, só estou sendo educada!!
- Não é incomodo nenhum - Ele disse me olhando nos olhos. Morri.
- Então tá, mas tenho que trocar de roupa antes.
- Tudo bem, passamos antes na sua casa - Nick disse.
- Beleza.

.........................
Continua.
Resposndendo:

Brigada linda, espero que tenha gostado do primeiro capitulo... Beijos.. Te+

Onw Brigada flor... Eu também quase chorei quando eu escrevi. Espero mesmo que vc goste desa fic, ele é muito especial pra mim. Beijos.. T+


Beijos.

Tay.

Just in Love - Prólogo



Estava deitada na minha cama, o sol já se punha a um bom tempo, e eu ainda não consigo sair desse quarto. Vivi tantos momentos aqui. Eu amo esse lugar, e se dependesse de mim, viveria aqui para sempre. Quer dizer, não pra sempre, pra sempre, até mesmo porque nada dura pra sempre. Nem a paixão mais feroz, nem o odio mais profundo.Tudo tem um fim. Eu vou me mudar daqui - odeio me mudar - mas, é por uma boa causa. Eu vou me casar amanhã, e depois da lua de mel, eu e meu noivo/quase marido vamos morar em Sydney -Austrália, e particularmente, estou ansiosa pra ir, dizem que lá é lindo.
Levantei da cama, completamente sem sono, peguei meu caderno dos desejos&segredos, que eu escondia em uma tábua solta em baixo da cama. Nele avia meus segredos mais intimos, alguns ninguém sabe. Avia  também fotos de lugares que visitei, e outras de lugares que quero visitar, como a Grécia - acho a Grécia um lugar muito interessante e curioso.
Comecei a folhear meu caderno,  Tinha uma foto minha e do Joe colada e ao lado, escrito assim:



Tudo aconteceu tão rápido na nossa amizade, que até parece que foi ontem que nos conhecemos. Temos tantas histórias juntos que parece que te conheço há anos e anos, alguns segredos. 
E agora, estou prestes a acabar com isso. Você não sabe a culpa que estou sentindo. Mas na verdade, a culpa é sua. Por que você tem que ser tão perfeito? tão bonito?tão carinhoso?tão... E é sua culpa de eu ter me apaixonado por você. Não sei, mas esse teu jeito me encanta de um jeito que nem sei como me expressar. E quando estou ao seu lado, nada mais importa. Quando me abraça, eu perco a noção de tempo. E quando sinto seu perfume, fico tonta, tonta de paixão. 
Adoro ver o jeito como se preocupa comigo, e como esta sempre do meu lado, mesmo estando errada. Adoro o jeito que fala comigo, me deixando com borboletas no estomago. Adoro seu jeito carinhoso e possessivo de ser. Adoro você
Mas nada disso importa, pois você sempre me viu como uma irmãzinha, e eu duvido que isso mude. 
É isso que da se apaixonar pelo melhor amigo. Um amor não correspondido e impossível de se esquecer.

Com Amor, Demi's


Ler aquela carta me trouxe lembranças enterradas na parte mais sombria do meu coração, que onde esta uma ferida incurável. Lágrimas vieram aos meus olhos, mas logo as enxuguei.Fechei a carta, e guardei  o caderno. Voltei para cama, e dormi - finalmente, afinal, amanhã será um longo dia. 


..................
Continua...
Essa,  é uma nova história. Ela é bem especial pra mim, e espero que gostem dela.


Beijos...


Tay.


Ps: Eu vou terminar a outra blz. Posto o capitulo 13 ainda hoje.

2 de set de 2011

Sexy Chick - Capitulo 12


Capitulo 12 - Arrumar emprego é mais difícil do que parece [ parte 2]

Selena on

Uma semana já se passou, e o dia de ir para Nova York se aproxima cada vez mais.Esses dias peguei minha Mãe chorando escondida. O que é normal, ela é minha mãe. Já meu pai é totalmente o contrario, parece estar dando a mínima se eu ir, ou se eu ficar, como sempre, ele nunca realmente se preocupou comigo. Meus amigos, estão preparando uma festa de despedida surpresa. 
Ai você pensa, mas se é surpresa, como é que ela sabe? porque Simplesmente a Taylor - minha melhor amiga - não consegue esconder nada de mim, e meio que sem querer ela acabou me contando. E fico muito emocionada que eles estão se dando o trabalho de fazer isso, pra mim, isso é muito importante.
Minha vida mudou bastante desde que eu descido que iria pra Nova York. Todos me tratam como se nunca mais iriam me ver - que é totalmente exagerado, já que eu iria voltar logo no feriado de inverno. Outra coisa que também mudou, é que agora, saio toda noite, vou em Pubs, não bebo - odeio bebidas, nem sei porque inventaram essa porcaria - e fico com uns carinhas. É claro que eu saia antes, mas não todo dia. No Maximo 2 vezes por semana. Agora é todo dia.

Hoje esta chovendo, mas é só uma daquelas chuvinhas de verão, logo, logo o céu azul e o sol de rachar ia voltar.
 Mas não é por causa da chuva que eu resolvi ficar em casa hoje. Eu quis ficar em casa porque utimalmente, como eu já disse, tenho saido muito, o que não é muito natural pra mim, e nem faz muito meu gosto. Eu adoro ficar em casa, assistir um filme comendo pipoca e chocolate; ler; desabafar com minha mãe, ou escutar ela desabafando; fazer uma festa do pijama e chamar as amigas etc. E nesses dias, não tenho muito feito isso.

A campainha toca, nem me importo, não estou esperando ninguém. Minha mãe vai atender, e me olha e diz:

- É pra você.

Me levanto  e vou até a porta curiosa. Olho pra fora, e sabe quem eu vejo, o David. Aquele garoto da praia que a Taylor me apresento. Ele estava com o cabelo molhado, e as roupas também, o que sinceramente, o deixou mais sexy ainda.

- Oi - digo tímida.
- Oi... - ele, ainda mais tímido do que eu.
- Bem? - pergunto, ele olha pra si mesmo, ai eu entendo.Que idiota eu, o garoto na na chuva. - quer entrar?
- Claro, se não foi incomodo.
- Que nada, entra.

Ele entra e a Maria trás uma toalha pra ele se secar. 

- Então.. - ele começa - Selena, eu queria te chamar pra ir no shopping comigo, ou outro lugar também, tanto faz.
- Bom, eu aceitaria, mas hoje eu quero ficar em casa.
- ham - decepcionado
- Quer ficar aqui comigo? - tento falar isso sem parecer que eu tenho segundas intenções, mas na verdade, é exatamente assim que eu estou (66)'
- Claro.
- Que tal um filme? - sugeri.
- Seria ótimo.

É, parece que hoje o dia vai ser bem interessante.

Demi on

O primeiro anuncio era de um mercado, estavam procurando uma caixa. Entrei, não consigo me imaginar como caixa, mas vamos lá.

- Oi, com licença - digo ao carinha que estava com a camisa com o nome do mercado - pode me dizer onde esta o gerente?
- Claro, eu sou o gerente 
- Humm, bom, sabe, eu vi esse anuncio no jornal - mostrei pra ele - e gostaria de saber se vocês ainda estão precisando de uma caixa.
- Bom, aquela vaga já foi preenchida.
- Sério? - eu o olho desanimada.
- É - ele me olha dos pé a cabeça e diz - mas posso abrir um a exceção - me lançou um olhar, muito malicioso.
- Não precisa. - Nunca que eu ia trabalhar em um lugar onde meu chefe é tarado - eu vou indo. Tchau.

Sai de lá quase que correndo.

Segundo anuncio: uma loja de petshop. Nunca me dei muito bem com os animais. Não que eu não goste, mas é que todo tipo de animal de estimação que eu já tive, morreu ou fugiu. Então, quando fiz 10 anos desisti de ter qualquer tipo de animal.

..................................
Continua...

Beijos...
4 coment's 

By:Tay.

29 de ago de 2011

divugando

e ai galera passei akie pra divugar meu blog http
://wwwjoloucas.blogspot.com/
vejam plese

by:ANY

28 de ago de 2011

Gente ?

Eu estou triste com vcs. Tipo, eu voltei a postar e tudo, e só recebo 3 comentários no cap 10 e no 11 só 2? Detalhe, eu tenho 257 seguidores.Vocs não estão gostando da história? porque se for isso, eu começo outra sem problema. Se não for isso, por favor me contem o que esta acontecendo.

Beijos...

By:Tay.

24 de ago de 2011

Sexy Chick - Capitulo 11


Capitulo 11 - Arrumar emprego é mais difícil do que parece [ parte 1]

Demi on

- Nada - respondo, jamais vou admitir que estava com ciúmes.
- Humhum, e eu sou a Lady Gaga. - ironico - É serio demi, por que fez aquilo? - Chegando mais perto. Perto até demais.
- Ja disse que nada - se afastando, Joe é um gato, mas eu não vou ter nada com ele, pois ele é meu amigo, é tipo uma das unicas regras que eu tenho, nunca, em hipótese nenhuma ficar com um amigo[com exceção do Nick, mas pra falar a verdade, nossa amizade nunca foi como as outras, a nossa é colorida ] - Joe, eu estou cansada, com sono, e amanhã tenho que acordar cedo. Então, por favor, sai do meu quarto.
- Ta, claro - Concorda, decepcionado, e eu posso jurar que magoado também - Já estou indo. Boa noite.
- Boa noite.

Ele saiu, e eu fui logo pegando minha camisola preta, super confortavel. Escovo os dentes e vou pra cama, e por incivel que pareça, eu dormi, tranquilamente.


...

Segunda-feira - ODEIO - acordo da pior maneira possível. Com o despertador- do celular- chamando. Minha vontade era de tacar o celular na parede, mas eu não sou idiota de destruir meu Iphone 5 novinho que eu paguei uma fortuna.
Então, só desliguei o despertador e fui tomar uma ducha bem  relachante e gelada, como esta no verão, foi ótimo. Coloquei uma saia de cós alto preto, nem curta nem longa e um corpete de branco, meu sapato preto. Alisei o cabelo e coloquei um dos meus headband. A make simples, só uma base e lápis preto - indispensável. A e é claro, a corrente que meu pai me dei quando eu era pequena, dá qual jurei sempre estar comigo.
Vou pra cozinha, esperando ter o café pronto na mesa, com bolo,torrada, pãozinho com manteiga e suco de laranja, como toda manhã lá em Toledo tinha. 
Mas o que eu acho?
Meu irmão comendo cereal, Nick e o Joe não estavam - provavelmente ainda dormindo .. E na mesa só a caixa de cereal e um Jornal jogado. Nada de bolo, torrada, não tinha nem café. Então, não me restou outra opção senão fazer minha própria comida. Mas quando eu olhei na geladeira, só tinha pizza - aposto que meu irmão pediu ela ontem.
Eu tava com fome, e estava com pressa, então peguei a pizza mesmo, e esquentei no microondas. Peguei um prato coloquei um pedaço de pizza e sentei na mesa.

- Bom dia. - digo sem um pingo de animo, também, as 7:30 da manha, quem vai ter animo.
- Você acordada a essa hora?? Que milagre aconteceu? - Perguntou Ian surpreso.
- Eu vou arrumar um emprego.
- O que repete - incrédulo.
- Eu vou arrumar um emprego.
- Caraca, nunca pensei escutar isso de você.
- Nem eu, mas faz parte do acordo estúpido que a Dona Diana fez.
- Sinceramente, eu não esperava que você segui-se as regras do acordo.
- E eu não ia, mas agora que a Dona Diana não manda mais mesada, e eu nunca que vou ficar dependente de você, tenho que arrumar dinheiro.
- E onde voc vai procurar emprego?
- Não faço ideia.
- Olha aquele jornal, sempre tem anúncios de emprego - apontando pro jornal jogado no canto.
- Tah valeu.

Pego o jornal  e vou pra parte dos anúncios de emprego, tinha uns 20. Nenhum me chamou realmente atenção, mas eu tinha que arrumar um emprego, fazia parte do combinado da Dona Diana, e por mais que eu o odiasse, era a unica garantia de eu ficaria aqui.

- Ian - chamei o idiota do meu irmão, que levantou a cabeça, com a boca cheia de cereal, e soltou algo como um "hum?" - me empresta seu carro?

Ele engoliu o cereal que tinha na boca com dificuldade.

- O que?
- Me empresta seu carro? - Digo bem devagarzinho pra ele entender.
- Não.
- Por faavor maninhooo.
- Não.
- Ian - o por favor e o maninho não funcionaram, mas tenho certeza que a carinha de cachorrinho abandonado vai funcionar - me empresta o carro?
- Tah - aeee, sabia que minha carinha ia funcionar[ sempre funciona'] - mas só com uma condição, - aff, estava demorando-  tem que fazer as compras.
- O.k, eu ia de qualquer jeito, se não não sobreviveria aqui.
- Pega meu cartão na minha cartera. Você sabe a senha né? - como se tivesse necessidade de me perguntar isso.
- É claro que sim.

Eu sempre soube as senhas do Ian... que são sempre a data do aniversário dele (08/12/78) - Mas também né, só o idiota do meu irmão iria usar a data do aniversário de senha ;S
Peguei a carteira dele que estava jogada encima da mesinha do cento da sala, e cara, esta cheianha de dinheiro. Deu vontade de pegar uns dolars, mas só peguei o cartão e coloquei na minha bolsa. Escovei os dentes, peguei as chaves do carro, o Jornal e sai.

.........................
Continua....
4 comentarios'
Beijos...
By:Tay.